Seguidores, siga-os também... vale a pena

It's Really true!! Funciona mesmo!!

Curta! Enjoy it!
O mundo com olhar de criança...


Lembre-se de visitar os blogs parceiros e amigos, podendo acompanhá-los a partir deste blog, na seção abaixo dos posts.
Confira os vídeos!
Sinta-se à vontade!

Sua opinião é muito importante, por isso mesmo, comente!

segunda-feira, 18 de maio de 2009

Quais os primeiros passos para um reavivamento genuíno?


por Bispo Adriel de Souza Maia
DE QUE AVIVAMENTO NÓS PRECISAMOS?

Avivamento com o foco no esvaziamento, na santidade bíblica e compromisso com paixão missionária.
Diante do cenário em que vivemos, precisamos urgentemente da intervenção do Espírito Santo no rumo das Igrejas, a fim de que elas possam priorizar a Palavra Revitalizadora do Evangelho de Jesus Cristo (Js 1.8; Is 40.1-3; Tg 8.4-10; Hb 2.1-2).
Avivamento que mude a história das nossas vidas com impactos interiores e exteriores (Is 44.1-6; Hc 3.1-4; 1Ts 5.12-22; At 3.19-21).

Avivamento que avive e que penetre em todas as camadas sociais, implantando o estilo de vida que houve em Jesus Cristo. (Js 3.5; Js 24.14-15; Mt 11.28-30; Fl 4.8-9 Ef 4.25-5.2). Carecemos, portanto, de um avivamento autêntico e que seja resultado concreto da plenitude do Espírito Santo (Ez 3.12 e 16-19; Sl 34.15-19; Ef 5.11-18; Hb 10.12-17).

Avivamento que desemboque na humildade, quebrantamento, esvaziamento e confissão de pecados diante de tantas vaidades (Pv 15.33; Ef. 4.2; Fl 2.1-11; Mt 20.20-28; 1Jo 1.5-10; Mt 6.9-15)

Avivamento que seja portador da afetividade, da sensibilidade e da abertura para o próximo e não de pretensos movimentos que semeiam o individualismo pessoal e de grupos, que não promovem níveis mais elevados de comunhão, mas criam grupinhos, panelinhas e igrejinhas dentro das Igrejas e, nesse sentido, comprometem o eixo da unidade cristã (Pv 6.16-19; Sl 34.11-19; Fp 2.1-4; Cl 3.12-17).

Avivamento que declare uma moratória à competição cristã e ao proselitismo que campeiam por aí. Não importa quem tenha mais popularidade como pregador/a, conjunto, cantor, cantora ou quem tenha a maior Igreja ou o maior numero de membros. Importa, sim, que todos/as sejam novas criaturas para melhor adorar e servir ao Senhor "com alegria e singeleza de coração" (At 2.42).

Avivamento que nos liberte das malhas do triunfalismo do sucesso a qualquer preço,
conscientizando-nos de que a Igreja é sempre estado de risco, pois em razão da sua missão de contribuir com Deus no Seu propósito de salvar o mundo, deve se contrapor a atitudes de opressão e injustiças produzidas por pessoas, por instituições e, inclusive, por ela própria (Sl 37.1-9; Is 55.6-7; Mt 3.1-3; Jo 3.1-5).

Avivamento espiritual que, entre outras realidades, encarne esses elementos básicos: proceda da visão do trono da graça de Deus, onde há temor e tremor, encontre espaços abertos para a inserção histórica.

Um avivamento gerador de frutos concretos nos termos de Gálatas 4.16-25, bem como, fundamentado na santidade pessoal e comunitária e, em consequência, seja gerador de missão e evangelização (Lv 19.1-2; 2Cr 19.6-7; 1Pe 1.13-16; Fp 2.12-13).

Quais características de uma comunidade de fé dirigida pelo Espírito Santo?

O avivamento movido pelo amor às pessoas, pelo desejo de que, ao aceitarem a Jesus, sejam transformadas e sejam motivo de transformação da sociedade como expressão do amor de Deus que um dia tiveram acesso a Ele. E nesta missão solidária, contamos com a presença de Jesus que, por meio do Espírito Santo, nos anima a continuar a Sua obra de salvação de fato e de verdade.

Disse Jesus: "Ide, portanto, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo; ensinando-os a guardar todas as cousas que vos tenho ordenado. E eis que estou convosco todos os dias até a consumação do século". Mateus 28.19-20

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...